Isolamento de motores elétricos

Isolamento de motores elétricos

O motor elétrico sem dúvida é uma das invenções mais notórias do ser humano. Trata-se de um elemento de construção simples, versátil, custo reduzido e não poluente. Mas apesar de todos os benefício, requer alguns cuidados específicos como o isolamento do motores elétricos.

A história do motor elétrico

O motor elétrico, da forma que o conhecemos hoje, foi projetado e testado pelo cientista alemão Werver von Siemens, em 1886, quando inventou o primeiro gerador de corrente contínua auto induzido.

Mas na verdade, Siemens foi o finalizador de um estudo de vários cientistas que somados chegaram a quase 300 anos.

No ano de 1600 o cientista inglês Wiliam Gilbert publicou um estudo científico intitulado De Magnete , onde descrevia a força de atração magnética.

Em 1663, a primeira máquina eletrostática foi construída pelo físico alemão Otto von Guericke e mais tarde – precisamente em 1775 – aperfeiçoada pelo suíço Matin Planta.

Um pouco depois, em 1820, o físico dinamarquês Hans Christian Oersted descobriu que o ponteiro de uma bússola movia-se conforme passava perto de um condutor de corrente elétrica.

Após esta observação, Oersted percebeu a ligação entre magnetismo e eletricidade, o que seria o primeiro passo em direção ao desenvolvimento do motor elétrico.

Cinco anos depois, em 1825, o sapateiro inglês William Sturgeon, que estudava eletricidade em suas horas vagas, inventou o eletroímã, uma peça fundamental para o futuro do motor elétrico.

Em 1832, o cientista italiano Salvatore Dal Negro construiu a primeira máquina de corrente alternada com movimento vaivém. Um ano depois o inglês William Ritchie inventou o comutador, construindo um pequeno motor elétrico.

Após isso, mais alguns estudiosos realizaram novas experiências e descobertas, até que em 1886, Siemens aprimorou as descobertas e experimentos de seus antecessores e construiu o que hoje conhecemos como motor elétrico.

A importância do isolamento de motores elétricos

O motores elétricos que são utilizados hoje em dia, geralmente são expostos a sistemas eletrônicos com o objetivo de ter uma eficiência maior.

Essa prática acaba causando picos de alta frequência, causando um esforço maior sobre o material de isolamento do motor elétrico. Isso acaba por reduzir sua vida útil.

Devido a esta situação, o   foi desenvolvido com o principal objetivo de melhorar o desempenho do motor e também aumentar a vida útil do equipamento.

O poliéster classe H 180 é composto por duas camadas de papel Du Point Brand Nomex e uma camada interna de filme de poliéster.

Um produto que combina as vantagens de excelentes propriedades térmicas e resistência ao rasgo, bem como excelentes propriedades elétricas e mecânicas do filme poliéster.

Seu uso no isolamento de motores ajuda a evitar panes prematuras causando a inatividade do equipamento.

Além da resistência ao rasgo o poliéster classe H 180 não amolece e nem derrete durante uma pequena exposição a temperaturas de até 300 °C.

É apropriado para o isolamento de ranhuras, transformadores para melhor desempenho e também para o isolamento de motores elétricos.

A utilização do papel isolante para motores elétricos possibilita realizar procedimentos diversos na estrutura do motor, tais como o isolamento de fases, voltas, condutores, polos, entre outros.

A Geartech BR atua desde 2001, importando e comercializando uma grande quantidade de produtos isolantes elétricos que possuem alta qualidade e certificação (ISO 9001) para indústrias e revendedores de todo o país, sempre prezando pela satisfação de seus clientes e parceiros.

Compartilhe

Read Comments

Comments are closed.

WhatsApp chat